Destrinchando o Esquema das Vacinas

Vamos mostrar de forma bem didática como é o esquema do Bolsonaro e do Ricardo Barros em relação às vacinas, porque ele vai muito além da Covaxin e a gente não pode achar que o problema é a Covaxin em si mas não: o problema é o Ricardo Barros, líder do Bolsonaro, fazendo esquema.

Hoje saiu na Revista Fórum uma notícia falando da assinatura da vacina Convidecia, da CanSino, por US$ 17 a dose. A assinatura foi no dia 16 de junho e foi reportada pela CNN Brasil. A empresa intermediadora foi a Belcher do Brasil. A Belcher do Brasil é uma empresa de Maringá, reduto político de Ricardo Barros. O representante da empresa é Emanuel Catori, que é amigo pessoal de Ricardo Barros e foi seu secretário em Maringá.

Reparem que é exatamente a mesma lógica da Precisa Medicamentos com a Covaxin. Francisco Maximiano também era próximo de Ricardo Barros. Foi na gestão dele na Saúde que Maximiano teve contratos não cumpridos, deu calote mesmo.

E, pasmem, a mesma lógica também foi a da Sputnik, que em certo momento também foi chamada de “vacina do Bolsonaro”: a representante era a União Química, na pessoa de Fernando de Castro Marques. E, adivinhem: Fernando de Castro Marques também é próximo de Ricardo Barros.

O lobby do Ricardo Barros pela Sputnik e pela Covaxin nem era segredo inclusive.

Ex-ministro da Saúde e líder do governo na Câmara, Ricardo Barros defende as farmacêuticas que tentam vender vacinas russas e indianas ao Brasil

Quando o Ricardo Barros falou em “enquadrar a Anvisa”, estava falando da Covaxin, mas também da Sputnik. Na esteira dessa acusação aqui do Fernando de Castro Marques:

Dono da União Química acusa Anvisa de barrar Sputnik e favorecer Doria, PT e PCdoB; agência rebate

No fim, a Anvisa autorizou ambas as vacinas com restrições.

Com restrições, Anvisa autoriza importação de Covaxin e Sputnik V

Por que eu estou falando tudo isso? Porque eu quero mostrar pra vocês que os casos da Sputnik, Covaxin e CanSino são IDÊNTICOS. É um modus operandi para a aquisição de vacinas de uma forma que o Ricardo Barros seja beneficiado, com ciência e aprovação do Bolsonaro.

Como é esse modus operandi?

As vacinas contratadas tem que ter um critério: a empresa NÃO TER REPRESENTANTE NO BRASIL.

Com esse critério atendido, algum amigo do Ricardo Barros ligado à saúde (ele tem vários) oferece a representação da empresa estrangeira no Brasil.

Isso é exatamente igual com Sputnik, Covaxin e Convidecia. O Instituto Gamaleya, a Bharat Biotech e a CanSino encontraram em Fernando de Castro Marques, Francisco Maximiano e Emanuel Catori seus representantes. Todos próximos ao Ricardo Barros.

Com isso feito, o governo brasileiro compra as vacinas acima do valor de mercado (Covaxin a US$ 15, Convidecia a US$ 17), intermediada por esses empresários. Na Sputnik não deu certo porque os governadores do Nordeste resolveram negociar diretamente com o Instituto Gamaleya.

Nisso, é bom ressaltar: quando eu comentei que são esquemas idênticos no sentido de “vacina trazida pro Brasil por esquema intermediado por empresário ligado ao Ricardo Barros, lucraria e ajudaria na reeleição do Bolsonaro”. Na origem era identico. Mas a atuação do Consórcio Nordeste impediu isso de acontecer.

Com a vacina comprada, o esquema está feito, tudo com aparência de legalidade, todos ganhando muito dinheiro e apoiando o governo Bolsonaro em sua tentativa de reeleição.

Parece ótimo. Mas qual foi o preço disso?

É o que vamos ver agora.

O preço é que o governo Bolsonaro sabotou sistematicamente as vacinas CoronaVac, Pfizer e Janssen, porque essas vacinas JÁ TINHAM REPRESENTANTES NO BRASIL (Instituto Butantan, Pfizer e Johnson & Johnson). Isso explica os 81 e-mails ignorados da Pfizer.

Isso explica também o fato do Brasil ter ignorado por muito tempo a vacina da Janssen, mesmo com a empresa tendo realizado testes de fase 3 no Brasil.

Isso também explica a sabotagem sistemática do Brasil com a CoronaVac: esse esquema seria totalmente inviável com o Instituto Butantan à frente. E aqui há outro fator: a Covaxin é similar à CoronaVac, em grande medida.

E isso explica algo igualmente grave: o Brasil atrasou a entrada no país da Covax Facility, assinou o contrato com o mínimo possível de vacinas e deliberadamente recusou 43 milhões de doses. Não daria pra fazer esquema com o consórcio.

Em resumo: TODO O ATRASO na vacinação brasileira é fruto desse esquema do Bolsonaro com o Ricardo Barros.

E nem dá pra falar que é só do Ricardo Barros: Flávio Bolsonaro levou pessoalmente Francisco Maximiano ao BNDES pra viabilizar financiamentos.

Flávio Bolsonaro teve reunião com dono da Precisa no BNDES em 2020
Francisco Maximiano esteve com o senador e com o presidente do BNDES representando outra empresa

O esquema é o seguinte

  • Bolsonaro recusou as vacinas “com representante no Brasil” e diminuiu a Covax Facility pra favorecer o Ricardo Barros
  • Enquanto isso, Ricardo Barros recrutava representantes pra outras vacinas, com anuência de Bolsonaro.
  • Esses representantes ganhariam muito dinheiro no processo (afinal, as vacinas eram caras) e certamente ajudariam na reeleição do Bolsonaro.
  • Graças a esse esquema de corrupção, ao menos 95.500 pessoas morreram no Brasil de dezembro pra cá. Elas não deveriam ter morrido em hipótese alguma.

Como disse o Samir Salim:

Teu parente morreu pra alguém ganhar dinheiro por fora.

Bolsonaro não só deixou, mas participou ativamente do esquema, porque ele seria um dos beneficiados, direta ou indiretamente.

É genocídio pra caramba.

13 comentários sobre “Destrinchando o Esquema das Vacinas

  1. Um cara desse não merece respeito algum, porque brincou com vida de muita gente, quantos morreram sem o direito de receber sequer uma dose da vacina, podemos dizer que é um assassino sem caráter algum, pode ter certeza vai pagar aqui na terra…….

    Curtir

  2. Boa noite! Gostaria de lembrar de lembrar que o senhor Jair Bolsonaro foi do PP por 12 anos e esteve sob a liderança do memorável Paulo Maluf, que apesar de um notório corrupto tinha ao menos 500 vezes mais competência que Jair.
    E mais… em 2021, Jair sondava a filiação ao PP para a próxima eleição .
    PP, aquele que matematicamente é o partido mais corrupto da república e aquele que notoriamente é mais corrupto que a estatística de casos de corrupção consegue mostrar.

    Curtir

  3. Povo Brasileiro. Vergonha. Ninguém faz nada para acabar com essas pouca vergonha. Povo carneirinho. Depois esse Facebook dá uma de te fazer retratar por qualquer manifestação de ódio . Lamentável td isso.😢isso é que dá um país onde leis não funcionam. Falta com urgência a PENA DE MORTE NO BRASIL. Aí eu queria ver. Queria ter condições de ir embora pra nunca mais voltar. INDIGNADA E DECEPCIONADA. 🥺

    Curtir

  4. Infelizmente no Brasil é difícil as operações de negociações com qualquer coisa, material, obras, VACINAS, etc etc etc. Se não prenderam diversos políticos, até hoje, que comprovadamente, praticaram corrupcão. Não vejo como certo, pois quem cometeram esses atos corruptos, certamente irão arrumar “um Cristo”. Mas um dia tem que começar.

    Curtir

  5. Pingback: BOLSOMINIONS EM DESESPERO VENDO BOLSO CAIR POR CORRUPÇÃO - Notícias Socioambientais Das Águas No Brasil

  6. Pingback: BOLSOMINIONS EM DESESPERO VENDO BOLSO CAIR POR CORRUPÇÃO » Agenda Itu

  7. Pingback: Um Governo que Odeia os Brasileiros | Nada Novo no Front

  8. Pingback: A CPI Já Venceu | Nada Novo no Front

  9. Pingback: A CPI Já Venceu (matéria legal com os resultados da Comissão Parlamentar de Inquérito) - Por Leonardo Rossato - Blog de Rocha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s