A Gravidade da Exposição da Identidade de Pseudônimos com Atuação Política em Tempos Autoritários

Para entender o tamanho do problema que acontece quando um candidato pede a revelação da identidade real de um pseudônimo num processo:

Quando o Trump ganhou a eleição em 2016 nos EUA, vários servidores do governo começaram a fazer oposição em perfis anonimos, os chamados perfis “rogue”. Também surgiram perfis anônimos como o Sleeping Giants.

O receio era a perseguição pessoal de um governo autoritário e a destruição de políticas públicas.

Em 2018, algo similar aconteceu no Brasil com a vitória de Jair Bolsonaro. Para conseguir fazer oposição a um governo com fortes inclinações autoritárias, surgiram perfis assim

Alguns falavam de políticas setoriais ou de dentro do governo, como o Fiscal do Ibama ou o Fiscal do Patrimônio Cultural. Outros se utilizaram do anonimato para fazer oposição sem represálias, como a Jairme, a BolsoRegrets e o Tesoureiros. Todos fizeram um papel essencial.

Esses perfis começaram a de fato serem perseguidos sistematicamente pelo governo Bolsonaro. Em certo momento, durante a CPI, uma das prioridades do governo Bolsonaro era achar os donos desses perfis. Nisso surgiram “investigadores” como o maluco que disse que a Jairme era a Glória Groove.

O fato de que a “inteligência” do governo Bolsonaro foi burra demais pra conseguir saber quem eram esses perfis não torna esses perfis menos vulneráveis. A única proteção que eles tem é o fato de estarem anônimos e de que as redes não serão obrigadas a quebrar esse anonimato.

Graças ao ataque de pelanca absurdo e imotivado do senhor Ciro Gomes, provocado pelo fato dele ser um péssimo perdedor, um juiz emitiu uma decisão quebrando esse princípio. Não é só a Jairme que está com o anonimato em risco: são todos os perfis anônimos que fazem oposição.

É desnecessário dizer que perseguir e calar esses perfis é um enorme favor ao governo Bolsonaro. E não adianta a decisão ser revertida em outra instância: à partir do momento em que o dono do perfil é revelado, a perda é irremediável e a perseguição é inevitável.

Agora, com o anonimato desses perfis em risco:
1) Pessoas politicamente vulneráveis podem ter seus nomes revelados sem consentimento e sem direito à defesa;
2) Essa modalidade de oposição vai cair em desuso porque ninguém mais vai se sentir seguro pra fazer oposição assim.

E tudo porque um candidato já derrotado à Presidência da República, que não aceita seu papel irrelevante na política nacional atual, resolveu se voltar contra um perfil anônimo com uma denúncia desproporcional e achou um juiz que caiu em sua argumentação.

Um enorme desserviço ao país!

Um comentário sobre “A Gravidade da Exposição da Identidade de Pseudônimos com Atuação Política em Tempos Autoritários

  1. Pingback: La gravedad de exponer la identidad de pseudónimos con actuación política en tiempos autoritarios | No oficial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s