Os Balões de Ensaio, A Reta Final do Primeiro Turno e o Desespero do Centrão

É preciso explicar uma coisa:

A perspectiva de vitória do Lula no 1º turno é real. Tendo acompanhado um monte de eleições, estou perfeitamente familiarizado com o que está começando a acontecer: uma série de boatos e de balões de ensaio sem fonte para impedir essa vitória.

O primeiro desses balões de ensaio é essa maluquice de manter o Aras como PGR. O Lula nem quis falar sobre indicação pra PGR no JN porque não é a prioridade da campanha. Não vai virar voto. O Lula tem nomes bem melhores pra colocar lá, a começar pelo Nicolao Dino. E nem sou eu que estou dizendo:

Vão surgir outros balões de ensaio do tipo nos próximos dias. Muita gente, a começar pelo centrão, quer o segundo turno. Sem segundo turno, a capacidade do centrão de pleitear cargos é menor. Por isso o desespero desse pessoal em forçar um segundo turno lançando balões de ensaio.

Em 2006, essa estratégia de forçar segundo turno deu certo e no segundo governo Lula o PT foi muito mais dependente do centrão que no primeiro, a ponto do PMDB forçar a indicação de Michel Temer como vice em 2010 (o final da história todos conhecem). Não dá para repetir o erro.

A importância de vencer no 1º turno não está só em impedir um golpe do Bolsonaro, e sim em construir um governo minimamente independente dos setores mais sórdidos do centrão (aqueles que só querem cargo e controle sobre o orçamento).

E isso passa por desmentir balões de ensaio todos os dias até a eleição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s