A derrocada do Esporte Clube Santo André em números

No texto passado, fiz um exercício de imaginação questionando o que seria do futebol brasileiro se o Santo André tivesse ganhado a final do Paulistão de 2010, contra o Santos. A partir daí, o Santo André só decaiu.

Para todos os efeitos, seguem as estatísticas do time à partir de 02 de maio de 2010, logo após aquela fatídica final:

Campeonatos disputados: 6

2010

Campeonato Brasileiro – Série B (rebaixado em 18º lugar)

2011

Campeonato Paulista (rebaixado em 20º lugar)

Copa do Brasil (eliminado pelo Palmeiras nas oitavas de final)

Campeonato Brasileiro da Série C (16º lugar, só não foi rebaixado porque o Brasil de Pelotas perdeu seis pontos por escalação de jogador em situação irregular)

2012

Campeonato Paulista da Série A-2 (14º lugar, lutando contra o rebaixamento até a última rodada)

Campeonato Brasileiro da Série C (18º lugar, rebaixado para a Série D)

Estatísticas:

Em dois anos e meio, o time teve um impressionante aproveitamento de 35,49%. Para ter ideia, com esse aproveitamento o time terminaria o Brasileirão com 40 pontos (desempenho pior que o do Brasileirão de 2009, em que o time fez 41 pontos e foi rebaixado).

Além disso, o time não teve saldo de gols positivo em NENHUM campeonato disputado no período, fez 114 gols (média de 1,06 gol por jogo) e sofreu 154 gols (média de 1,43 gol por jogo). Venceu 26 vezes, empatou 37 vezes e perdeu 45 vezes. Média de uma vitória a cada 4,15 jogos e uma derrota a cada 2,4 jogos.

No total, se considerarmos o rebaixamento de 2009, são 4 rebaixamentos em 34 meses (que poderiam ser cinco, se o time o Brasil de Pelotas não tivesse perdido pontos em 2011). Uma marca inédita para qualquer time brasileiro (o Santa Cruz e o Juventude acumularam “apenas” 3 rebaixamentos consecutivos)

Além disso, o time não recebe a torcida no estádio desde 11 de setembro de 2011. O descaso da administração Aidan Ravin (que não foi reeleita) fez com que o estádio ficasse sem receber público durante todo esse período (416 dias, e contando).

Dívidas

O valor das dívidas é incalculável. A maioria em débitos trabalhistas. Como o clube é uma caixa-preta, é impossível estimar o valor da dívida. Assim como é impossível estimar o volume de recursos desviados (e se foram realmente desviados) por Ronan Maria Pinto desde 2010, quando vendeu o time para bancar as campanhas a deputado federal de Marcelinho Carioca e a deputado estadual de Romualdo Magro Filho. Provavelmente de forma não explicada, porque é impossível, lembrando da estrutura das campanhas, acreditar que o candidato Romualdo tenha gastado apenas R$ 96.376,50. E nem que Marcelinho Carioca tenha gastado apenas R$ 325.090,43.

O dinheiro de “clube formador”, recebido com a venda de venda do Willians do Flamengo para a Udinese, também teve destino inexplicado. O fato é que as dívidas continuam se acumulando e uma administração que assumiu se dizendo “profissional” afundou o Santo André na pior crise de sua história, em parceria com o prefeito que mais atrapalhou o clube em toda a sua história.

Conclusão

O time está em frangalhos. Precisa ser refundado. Precisa de novos caminhos. E precisa afastar definitivamente todos os que contribuíram para a derrocada do time nos últimos anos. A lista completa está aqui, descrita no brilhante blog do Edu Passos, Valter Bittencourt e companhia.

Os números só mostram o que a torcida já sente diariamente: que o Santo André está morrendo, como fruto de uma administração incompetente e egoísta. Que deve ser afastada do clube o mais rápido possível, antes que não dê tempo de salvar mais nada.

Um comentário sobre “A derrocada do Esporte Clube Santo André em números

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s